Prolapso de válvula mitral - Devo me preocupar com isto?

Prolapso de válvula mitral - Devo me preocupar com isto?

Antes de mais nada, vamos entender o que é a válvula mitral - nosso coração tem quatro válvulas, ou valvas, que permitem a comunicação entre seus compartimentos, ou câmaras. Estas valvas abrem e fecham a todo momento. Na hora que estão fechadas, elas permitem que o sangue continue seguindo adiante sem retornar ao compartimento anterior. A valva mitral é composta de duas partes, aqui chamadas de cúspides ou folhetos. O prolapso ocorre quando uma ou as duas cúspides não fecham corretamente, por se "curvarem" mais do que deveriam, gerando uma falha deste fechamento. Quando o aspecto/morfologia da valva é normal, o prolapso (curvatura) é discreta, e portanto a quantidade de sangue que acaba retornando ao compartimento anterior é mínima, dificilmente o paciente tem algum sintoma ou terá alguma complicação futura, sendo geralmente este diagnóstico um achado eventual do exame ultrassonográfico do coração, o ecocardiograma, e não vai requerer maiores cuidados. A maioria dos pacientes se enquadra neste perfil.

No entanto, uma parcela apresenta uma valva displásica, doente, morfologicamente anormal, podendo ou não estar associada a uma doença sistêmica (uma outra doença já existente, que afeta outras partes do corpo). Geralmente nestes pacientes o prolapso é mais acentuado, e por conseguinte o refluxo de sangue também o é. Estes pacientes costumam apresentar sintomas, sendo os mais comuns palpitações (arritmia), falta de ar, fadiga e tontura.  A suspeita é feita pelos sintomas, pela ausculta cardíaca no exame físico, e confirmada pelo ecocardiograma. O tratamento, quando necessário, geralmente é com medicamentos, e habitualmente a cirurgia é necessária apenas quando há alguma complicação do prolapso, como rotura de uma das cordas ou cordoalhas da valva mitral, infecção da valva mitral (endocardite) ou quando o refluxo de sangue é grave a ponto de sobrecarregar as câmaras cardíacas.  A bactéria que mais comumente infecciona esta válvula vem da boca e dentes, daí o motivo destes pacientes sempre serem orientados a manter a saúde bucal em dia.

Cardioser
  • Telefone
    71 3113-6900
Av. Tancredo Neves, 1632.
Edf. Salvador Trade Center (Torres Gêmeas), Torre Sul - Salas: 315/316/317
Caminho das Árvores - Cep: 41.820-020 - Salvador/Bahia/Brasil
E-mail: cardioser@cardioser.com.br
Diretora Técnica: Dra. Paloma Fonseca Santana - CREMEB 18777 - RQE 10807
Triunit Agência Criativa